A BIBLIOTECA MAIS ANTIGA DO BRASIL


 A BIBLIOTECA MAIS ANTIGA DO BRASIL

 Contribuições de: Selma Crespo –Unicarioca, Christina Hagen – UERJ/ESDI, Helene Aguiar- Casa Daros, Eliane Prata -UERJ / CEH/B, Cila VS Borges – UFRJ/FL, Carlos Alberto DelPaschoa – Instituto Cervantes.

“…A Biblioteca do Mosteiro de São Bento, fundada em 1581, em Salvador, Bahia, é a
biblioteca mais antiga do Brasil. A Biblioteca Nacional, contudo, é a primeira oficial e
pública. Foi trazida de Lisboa para o Brasil pela Corte portuguesa, a pedido de D. João,
em 1808, e instalada em uma das salas do Hospital do Convento da Ordem Terceira do Carmo, contendo sessenta mil peças (livros, manuscritos, mapas, medalhas e estampas). A época, chamava-se Real Biblioteca”. Disponível em:
http://www.quiosqueazul.com.br/2008/10/dia-da-criao-da-biblioteca-nacional.html. Acesso em: 26 out. 2010.


“…Por fim, vale ressaltar que foi Domingos Antônio Raiol – o Barão de Guajará
-conceituado e ilustrado intelectual vigiense, quem fundou nossa Academia Paraensede
Letras, a terceira mais antiga do Brasil, antecedida apenas pela Academia Brasileira de
Letras e pela Academia Cearense”. Disponível em:
<http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:z-0DAItw87oJ:www.apl-pa.org.br/academia.html+%22biblioteca+academica+mais+antiga+do+brasil%22&cd=9&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br>. Acesso em: 26 out. 2010.

“Há um livro que consultei na Biblioteca do CCBB que trata da história da
leitura no Brasil e o que me chamou a atenção na época era que esta obra
traz dados sobre as bibliotecas e acervos existentes no Brasil Colônia, ou
seja, antes da vinda da família real. As primeiras bibliotecas pertenciam às
ordens religiosas que aquí se instalaram naquela época, no caso jesuitas e
beneditinos. Até 1810, as bibliotecas ou eram religiosas ou eram de
particulares, sendo que destes não há muito conhecimento. “

Segue abaixo a bibliografia que consultei para um trabalho que apresentei em
2005:

Abreu, Márcia (org.), 2000, Leitura, histórias e história da leitura,
Campinas, Mercado de Letras/ALB/FAPESP.

Bragança, Aníbal, 2000, A política editorial de Francisco Alves e a
profissionalização do escritor no Brasil, en Márcia Abreu (org.). Leitura,
histórias e história da leitura, Campinas, Mercado de Letras/ALB/FAPESP, pp.
451-476.

Dutra, Eliana R. de Freitas, 2000, O Almanaque Garnier, 1903-1914 :
ensinando a ler o Brasil, ensinando o Brasil a ler, en Márcia Abreu (org.).
Leitura, histórias e história da leitura, Campinas, Mercado de
Letras/ALB/FAPESP, pp. 477-504.

Neves, Lúcia Maria B. P., 2000, Antídotos contra obras “ímpias e sediciosas”
: censura e repressão no Brasil de 1808 a 1824, en Márcia Abreu (org.).
Leitura, histórias e história da leitura, Campinas, Mercado de
Letras/ALB/FAPESP, pp. 377-394.

Nunes, José Horta, 1994, Formação do leitor brasileiro : imaginário da
leitura no Brasil Colonial, Campinas: Unicamp.

Piñero Valverde, María de la Concepción, 2000, “Cosas de España” em Machado
de Assis e outros temas hispano-brasileiros, São Paulo, Giordano.

Schapochnik, Nelson, 2000, Das ficções do arquivo : ordem dos livros e
práticas de leitura na biblioteca pública da corte imperial, en Márcia Abreu
(org.). Leitura, histórias e história da leitura, Campinas, Mercado de
Letras/ALB/FAPESP, pp. 273-311.

Villalta, Luiz Carlos, 2000, Os leitores e os usos dos livros na América
Portuguesa, en Márcia Abreu (org.). Leitura, histórias e história da
leitura, Campinas, Mercado de Letras/ALB/FAPESP, pp. 183-212

Não deixe de ler também:

http://www.bibliotecavirtual.sp.gov.br/especial/docs/200703-historiadabiblioteca.pdf

 

 

A BIBLIOTECA ACADÊMICA MAIS ANTIGA DO BRASIL

A Faculdade mais antiga é a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo), provavelmente a sua biblioteca seja a mais antiga.

“A mais antiga instituição de ensino superior denominada faculdade no Brasil
juntamente criada com a Faculdade de Direito de Olinda  transferida para
Recife posteriormente agrupada pela Universidade Federal de Pernambuco uma das melhores no que diz respeito ao ensino jurídico, a *Faculdade de Direito* da Universidade de São Paulo também conhecida como “As Arcadas”, foi criada pela lei imperial de 11 de agosto   tendo sido incorporada à Universidade de São
Paulo de sua fundação em1934 Surgida poucos anos após a
proclamação da Independência do Brasil destinava-se a formar governantes e administradores públicos, sendo fundamental para a consolidação do Império do
Brasil.”

http://pt.wikipedia.org/wiki/Faculdade_de_Direito_da_Universidade_de_S%C3%A3o_Paulo

Abaixo contribuição de: Sânia Moura (PETROBRAS SA/ENGENHARIA / SL / DTL)

Em 18 de abril de 1882, foi criada a Faculdade Livre de Sciencias Jurídicas
e Sociaes. Esta faculdade fundiu-se com a Faculdade Livre de Direito do Rio
de Janeiro, em 1920, passando então a denominar-se Faculdade de Direito do
Rio de Janeiro. Com a criação da Universidade do Brasil, a faculdade foi
incorporada a mesma, passando a se chamar Faculdade Nacional de Direito.

A história da biblioteca confunde-se com a história da própria faculdade,
pois ela foi criada já em 1905, por iniciativa de Arnaldo Guinle, ex-aluno,
que doou livros e estante. Foi inaugurada com vários discursos. Deste
início incipiente resultaria a biblioteca da Faculdade Livre de Sciencias
Jurídicas e Sociaes, que leva o nome de Carvalho de Mendonça, um
comercialista.

A Biblioteca Carvalho de Mendonça possui um acervo expressivo, coletado ao
longo destes 105 anos, funcionando como centro das pesquisas realizadas no
âmbito da faculdade, atendendo toda sorte de consultas, da graduação e
pós-graduação e também ao público externo que, na falta de instrumentos de
pesquisa, nos procura para que possamos preencher lacunas e complementar
suas pesquisas.

Anúncios

Sobre redarte

Bibliotecas, arquivos, museus de arte no Rio de Janeiro e em Niterói.
Esse post foi publicado em Confira e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s