Acessibilidade para todos


Este slideshow necessita de JavaScript.

É lentíssima a evolução da sociedade nas suas dimensões mais profundas, comparada à rapidez dos sonhos dos indivíduos” Read, Herbert (2002)

Foi um sucesso o evento promovido pela REDARTE/RJ nesta quarta edição do Ciclo de Palestras com o tema sobre Acessibilidade em Informação em Arte: quem faz a diferença?

Com a presença das convidadas que faz a diferença:

Lena Vânia Ribeiro Pinheiro (Professora Doutora e Pesquisadora IBICT) apresentou Sociedade da informação e questões contemporâneas de Informação em Arte; e quatro relatos de experiências com Barbara Harduim (Arte-educadora Museu de História e Artes do Estado do Rio de Janeiro), com a comunicação: Por um museu acessível: experiências compartilhadas na exposição A 4 mãos;  Isabel Portella (Museóloga do Museu da República) com Acessibilidade física nos museus do IBRAM: uma experiência de adaptação no Museu da República;Adriana Clement ( Professora / Instituto Benjamin Constant), com Habilidades básicas: preparação para a leitura e escrita Braille  e Regina Cohen- Professora Doutora e Arquiteta Acessibilidade e desenho universal em bibliotecas) apresentou Acessibilidade e desenho universal em bibliotecas. A mesa redonda foi moderado por Selma Crespo (Bibliotecária e colaboradora da REDARTE/RJ). Conheça mais sobre nossas palestrantes aqui.

Todas as palestrantes encantaram a platéia com suas apresentações abordando as dificuldades encontradas no dia a dia, no ambiente do trabalho e também trazendo relatos e informações importantes para melhorar as condições das pessoas especiais. Trouxeram alguns exemplos e ações que viabilizam o acesso as pessoas portadoras de deficiência em bibliotecas, como o caso da Biblioteca de São Paulo, construída na área da antiga Casa de Detenção do Carandiru, que é a biblioteca modelo no país em questão de acessibilidade.

Também contamos com a presença do patrocinador do evento, o representante Marcelo Barretto da Empresa SPUR Importação e Exportação que apresentou o trabalho desenvolvido por eles: o leitor de livro – BOOK READER V100, scanner que converte o texto impresso em áudio. A utilização do equipamento é feita com a colocação do material original na moldura do scanner. Acessado o comando especifico, o livro é digitalizado e a palavra impressa tem saída em áudio. A SPUR também ofereceu brindes para os participantes e sorteou um scanner portátil. A contemplada foi a Oswaldélia de Jesus Santos Coutinho da Silva, bibliotecária da UNIVERCIDADE.

A  Alessandra, terapeuta do Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência – CIAD, esteve presente recebendo as doações dos participantes.

Ao final do evento confraternizamos com um delicioso coquetel organizado pelo Pappilion Eventos.

Vocês poderão conferir as imagens do evento no nosso álbum de fotos  e também no facebook .

Confira os trabalhos apresentados pelos palestrantes:

Sociedade da Informação e Questoes contemporaneas de Informação em arte;

Habilidade básicas preparação do Braille;

Museus e acessibilidade;

Acessibilidade e Desenho Universal em Bibliotecas;

Por um museu acessivel

Anúncios

Sobre redarte

Bibliotecas, arquivos, museus de arte no Rio de Janeiro e em Niterói.
Esse post foi publicado em Eventos da REDARTE/RJ e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s